Domingo, Novembro 23, 2014
   
Text Size

Pesquise no Portal Islam BR

Conhecendo o Alcorão Sagrado

Islam - Textos Islam

"Revelamos-te o Livro com a verdade,

como confirmação do que havia nos livros anteriores e para preservá-los" (Alcorão5:48)

Ao longo dos tempos, Allah, altíssimo e exaltado seja, enviou vários mensageiros à humanidade, revelando a eles escrituras sagradas para servirem de guia aos homens, ensinando-os como fazer a vida com êxito e total harmonia e como adorar a Allah. É parte essencial da fé do muçulmano crer nos profetas e nos livros divinos que a eles foram revelados. Disse Allah, Altíssimo seja:

*Ó crentes, crede em Allah, em Seu mensageiro, no Livro que Ele lhe revelou e no Livro que havia sido revelado anteriormente. Em verdade, quem renegar Allah, Seus anjos, Seus Livros, Seus mensageiros e o Dia do Juízo Final, desviar-se-á profundamente.* (Alcorão 4:136)

Temos o Alcorão como mensagem final de Allah para o homem, uma reconfirmação da mensagem eterna e um resumo de tudo que aconteceu antes. O Alcorão menciona a revelação da Tora a Moisés (que a Paz esteja com ele), a revelação do Evangelho a Jesus (que a Paz esteja com ele) e diz: *Allah! Não há mais divindade além d´Ele, o Vivente, o Auto- Subsistente. Ele te revelou (ó Muhammad) o Livro com a verdade, corroborante dos anteriores, assim como havia revelado a Tora e o Evangelho, anteriormente, para servir de orientação aos humanos, e revelou ainda o Discernimento. Aqueles que negarem os versículos de Allah, sofrerão um severo castigo, e Allah é Punidor, Poderosíssimo.* (Alcorão 3:2-4)

O Alcorão é dirigido a toda a humanidade, sem distinção de raça, cor, região ou tempo, Allah diz: *Exaltado seja Aquele que revelou ao Seu servo o discernimento, para que seja uma admoestação para a humanidade.* (Alcorão 25:1)

Guia o ser humano em todos os setores da vida: espiritual, material, individual e coletiva. Contém diretrizes para a conduta do chefe de Estado, bem como do homem comum; do rico, bem como do pobre, da mulher bem como do homem.

O Alcorão tem um estilo e dicção magníficos e apropriados para a sua qualidade divina. Sua recitação comove o espírito até daqueles que apenas o ouvem sem entendê-lo. Allah, no próprio Alcorão, diz: *Allah revelou a mais bela mensagem, um livro homogêneo e reiterativo. Por ele, arrepiam-se as peles daqueles que temem seu Senhor; logo, suas peles e seus corações se apaziguam ante a recordação de Allah. Tal é a orientação de Allah, com a qual encaminha quem Lhe apraz. Por outra, quem Allah desviar não terá orientador algum.* (Alcorão 39:23)

O Alcorão, o milagre vivo e eterno da profecia de Muhammad (que a Paz e a Bênção de Allah estejam sobre ele) recitado e memorizado pelos muçulmanos tem a orientação que a humanidade carece, tem a resposta para tudo aquilo que Allah, o Altíssimo, manteve oculto e incógnito para o ser humano, tem a salvação pregada por todos os mensageiros que Ele enviou. Como o Alcorão foi preservado Disse Allah, o Altíssimo: *Nós revelamos a mensagem, e somos seu Preservador.*

O Alcorão Sagrado é definido como: "O Livro de Allah revelado ao Seu mensageiro Muhammad (que a Paz e a Bênção de Allah estejam sobre ele) por intermédio do anjo Jibril (que a Paz esteja com ele) a qual lemos no Musshaf, inicia-se com surata al fatihah e finaliza-se com a surata an-nass."

Cremos que Allah revelou outros Livros antes da revelação do Alcorão, Allha diz: *O mensageiro crê no que lhe foi revelado por Deus, e os crentes, todos crêem em Allah, em seus anjos, em seus livros, em seus mensageiros, não fazemos distinção alguma entre nenhum de seus mensageiros. E disseram: Ouvimos e cremos, anelamos o teu perdão, o Senhor nosso. E a ti será o retorno.* (Alcorão 2:285)

E vários outros versículos citam a Tora, os Salmos, o Evangelho e as escrituras de Abraão (que a Paz esteja com ele) e citam os nomes dos mensageiros que trouxeram estas escrituras como orientação aos seus povos. E cremos ser o Alcorão a ultima mensagem de Allah aos gênios e humanos: *Em verdade, Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele) não e o pai de nenhum de vossos homens, mas sim, o mensageiro de Allah e o derradeiro dos profetas.* (Alcorão 33:40)

Vejamos a seguir como o Alcorão chegou ate nos.

1. Allah, altíssimo seja diz: *O mês de ramadan, mês no qual foi revelado o Alcorão, orientação para a humanidade.*

Alguns sábios dizem: O início da revelação se deu no mês de ramadan. E outros dizem: Allah fez descer todo o Alcorão ate o primeiro céu na "casa honrada" (baitul-izzah). E assim, posteriormente, o Alcorão foi sendo revelado ao profeta Muhammad (que a Paz e a Bênção de Allah estejam sobre ele) durante 23 anos de acordo com os acontecimentos. O Profeta era iletrado, não lia nem escrevia, e assim eram os árabes antigamente, um povo iletrado, como os qualificou Allah, no Alcorão Sagrado: *Ele foi Quem enviou, dentre os iletrados, um mensageiro da estirpe deles, para ditar-lhes os Seus versículos, consagrá-los e ensinar-lhes o Livro e a sabedoria, porque antes estavam em evidente erro.* (Alcorão 62: 2)

Eram um povo iletrado, porem de grande memória e inteligência.

1. Durante a revelação do Alcorão, ele era memorizado pelo mensageiro de Deus, o qual recitava os versículos a ele revelados aos seus companheiros que também os memorizavam e os escreviam no que tinham de recursos de escrita naquela época, escreviam nas folhas de tamareira, nas pedras, couros e os memorizavam em suas mentes e corações. O Mensageiro tinha companheiros que ficaram conhecidos como os escribas da revelação, dentre eles: Zaid ibn Sabit (o qual Al Bukhari denominou "escriba do profeta", Abdullah ibn Masuud, Ubi ibn Kaab. O versículo era revelado ao Profeta e ele dizia aos seus escribas: escrevam este(s) versículo(s) em tal lugar, depois ou antes de tal versículo, em tal surata).

2. O profeta Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele) faleceu, e o Alcorão continuou assim preservado. Apenas na época de Abu Bakr, os companheiros do Profeta decidiram reunir o Alcorão. Umar viu que na batalha de al Yamamah (11-hijra) morreram muitos dos memorizadores do Alcorão (cerca de setenta), por isso veio até Abu Bakr e disse-lhe: "Ó amir al muminin reuna o Livro de Allah, pois temo que se perca com a perda dos memorizadores". Abu Bakr disse-lhe: Como vou fazer algo que o Mensageiro não fez. E Umar continuou insistindo, ate que Abu Bakr disse: "Ate que Allah dilatou o meu peito para aquilo que dilatou o peito de Umar", ordenou Zaid ibn Thabet que procurasse todas as escritas do Alcorão e as reunisse de todos os muçulmanos. Disse Abu Bakr: "Ó Zaid, tu es um homem, jovem, inteligente, não suspeitamos de ti, te pedimos que reúna para nos o Alcorão". Zaid ibn Thabet disse: "Se me tivessem responsabilizado transportar uma das montanhas de seu lugar não seria mais pesado para mim do que reunir o Alcorão".

E assim, Zaid procurou o Alcorão entre os companheiros do profeta, de suas mentes e escritas que possuiam e reuniu estas escritas, que permaneceram com Abu Bakr. Depois de sua morte ficaram com Umar, e depois da morte de Umar ficaram com Hafssah (filha de Umar).

3. Na época do khalifa Uthman, Huzaifah pediu-lhe que registrasse o Alcorão num só livro. Veio ate Uthman e disse-lhe: "Ó amir al muminin, alcance as pessoas! Antes que divirjam na leitura do Livro de Allah como a divergência dos judeus e dos cristãos". Uthman disse-lhe: Como isso? Respondeu: "Cheguei a Armênia e Azerbaijão e vi os companheiros do Profeta divergirem na leitura do Alcorão. Esta divergência é aceita, porem, cada companheiro aprendeu a ler de certa maneira e não conheceu a outra leitura, quando ouvia aquele que aprendeu outra leitura divergia. O povo da Assíria recitava a leitura de Ubai ibn Kaab, o povo do Iraque recitava a leitura de Abdillah ibn Massuud. Então Uthman ordenou que fosse trazidas as escrituras da casa de Hafssah, para que escrevesse este Qur´an num só livro (al musshaf) e enviasse este musshaf para todas as regiões evitando qualquer tipo de divergência. E devolveu as escritas para Hafssah. Estas são as três etapas da escrita do Alcorão.

Assim Allah quis preservar o Seu livro, do qual disse: *Nos revelamos a mensagem e somos seu Preservados.*

Preservação que ocorreu por ser este um Livro para toda a humanidade e por ser o ultimo Livro, fato que não ocorreu com os Livros anteriores, os quais Allah informa-nos ter concedido aos doutores da lei a sua preservação dizendo no Alcorão: *Revelamos a Tora, que encerra orientação e luz, com a qual os profetas, submetidos a Allah, julgam os judeus, bem como os rabinos e os doutos, aos quais estavam recomendadas a observância e a custodia do Livro de Allah.* (Alcorão 5:44).

Por isso, a alteração ocorreu, como e conhecido historicamente e religiosamente. Allah revelou no Alcorão: *Aspirais, acaso, a que eles creiam em vos, sendo que alguns deles escutavam as palavras de Allah e, depois de as terem compreendido, alteravam-nas conscientemente.* (Alcorão 2:75).

E disse também: *Ai daqueles que escrevem o Livro com suas próprias mãos e depois dizem: Isto provem de Allah, para negociá-lo a preço irrisório. Ai deles, pelo que as suas mãos escreveram! E ai deles pelo que lucraram.* (Alcorão 2:79)

A escrita, memorização e preservação do Alcorão são méritos de Allah que e a fonte original destas palavras e Aquele que estabeleceu o Alcorão como o grande milagre do ultimo de Seus mensageiros.

2. Como o Alcorão constitui-se no milagre vivo do profeta Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele).

A fonte do Alcorão e prova do seu milagre e desafio. Temos este milagre vivo ate o fim dos tempos, temos o Alcorão como palavra de Allah pura, original e intacta recitada e memorizada por milhões de pessoas. Este milagre teve início ainda em sua revelação.

Fonte: O milagre cientifico do Qura´n, hajr al Qur´an, assbab adm al mauizhat ua ttafakur: 1. 2. 3. (1-5).

 

Facebook

Twitter

Google Plus

YouTube

LinkedId

Banner
Banner

Traducir Translate يترجم

English Arabic French German Hindi Italian Japanese Russian Spanish