Início religião A importância do Suhur

A importância do Suhur

14
0

O profeta Muhammad ﷺ (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), nos aconselhou a fazermos o Suhur, que é uma refeição antes do início do jejum, ou seja, de madrugada, a fim de aliviar a fome e a sede, nos auxiliando no cumprimento diário do jejum. Disse o profeta Muhammad ﷺ (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele): “Lançai mão do Suhur, porque há benção nesse ato.”

Por outro lado, nos orientou a quebrarmos o jejum logo após o pôr-do-sol, sem prorrogá-lo. Quanto a isso o Profeta ﷺ disse: “Assim disse Deus Todo Poderoso Senhor da Glória: Dentre os meus servos, prefiro aquele que se apressa em quebrar o jejum.”

Quanto a quebrarmos o jejum com água e tâmara, o Profeta ﷺ disse: “Quando alguém quebra o jejum, deve fazê-lo com uma tâmara. Se não tiver, deverá fazê-lo com água, porque é pura, e purifica todo o organismo.”

Se analisarmos esta recomendação do ponto de vista médico, veremos que os intestinos absorvem a água adoçada em menos de 5 minutos, proporcionando, assim, ao organismo, a recuperação imediata das calorias perdidas durante jejum, ao passo que se enchermos o estômago com água e outros alimentos, o organismo necessitaria de 3 à 4 horas para processar essa mesma operação.

Suhur deve ser atrasado, de preferência, até ao limite da hora, no momento em que se inicia a primeira oração da manhã (Al Fajr). 

“…. comei e bebei até à alvorada, quando o fio branco se distinga para vós do fio preto, então completai o vosso jejum até ao anoitecer….” (2:187)

Iftar (o quebrar o jejum), deve ser efetuado imediatamente na hora prescrita, quando se inicia a oração do entardecer (Maghrib). Seguindo estas recomendações, o crente cumprirá o dia de jejum ainda mais confortável.

Aproveite este mês sagrado para aumentar a “Sadaka” (a caridade facultativa), oferecendo gêneros alimentícios aos necessitados, de modo a terem um iftar condigno. Compartilhe também o iftar com amigos, familiares e outros crentes e ganhe a satisfação de Deus.

Anas referiu que o Profeta ﷺ visitou Saad Ibn Ubada. Este lhe ofereceu pão e azeite de oliva. O Profeta
ﷺ comeu e disse: “… aqueles que jejuam, quebraram o jejum contigo, os virtuosos comeram do teu alimento e os anjos suplicaram por ti.” (Abu Daoud)